Vítor Baía voltou esta segunda-feira, na sua participação no programa Mercado, da CM TV, a tecer duras críticas à gestão atual da direção do FC Porto, considerando que o clube no qual se notabilizou se está a virar mais para o negócio do que para o sucesso desportivo. De resto, Baía considera que há mais pessoas habilitadas para concorrer à presidência do clube, apesar de apenas uma lista estar na corrida.

 

Vítor Baía: «FC Porto virou-se para a contratação e venda de jogadores»

"Neste momento capacidade e gente há, mas só uma lista vai concorrer. Não há mais ninguém porque se calhar ainda não é o momento. Se o atual presidente se candidatou, é porque tem força para fazer o mandato", começou por considerar, deixando depois claro em que lote se inclui.

"Estou no lote daqueles que estão atentos à realidade do que é feito no FC Porto, que têm legitimidade pelo seu passado e que falam sobre aquilo que acham que está mal no clube. A imagem que o FC Porto tem dado não tem sido boa, há um menor discernimento nas suas acções, o que nos deixa apreensivos", admitiu o antigo guardião do FC Porto.


De olhos postos na política recente do clube, Vítor Baía deixa críticas à forma de gestão adotada por Pinto da Costa e seus pares. "A mística e cultura do FC Porto não nasce num estalar de dedos, nasce porque tem atrás de si uma massa adepta extraordinária, que sente o clube como ninguém. Nos últimos 6/7 anos temos assistido a uma destruição do que é a cultura e o modelo de gestão do FC Porto, cultura essa que é a do negócio, do entreposto de jogadores. É uma mudança radical. As pessoas têm saudades dos tempos em que os jogadores morriam pelo clube. Os adeptos e sócios estão atentos à gestão que está a ser feita", assegurou.

"A relação entre Antero e Alexandre Pinto da Costa não existe, estão em pontos opostos. O FC Porto está para além de todas estas confusões, tem uma imagem imaculada. E todos aqueles que gostam do clube não ficam indiferentes a estas situações que nada têm a ver com a sua grandeza", finalizou.
Fonte: Jornal Record